Você reparou que não mais ouvimos o cantos dos pardais nas cidades? Por onde andam estes pequenos pássaros humanizados? Apesar de ainda não se saber exatamente os fatores que estão afetando à espécie, sabemos que as populações de pardais estão em declínio de forma mais acentuada nas áreas urbanas do que nas áreas rurais.

Originário do Velho Mundo, esse é o pássaro mais amplamente distribuído no planeta. Eles são um importante indicador biológico. O declínio no seu número é uma lembrança sombria de degradação dos ambientes urbanos e do perigo do bem-estar humano ao longo prazo. Pardal é uma forma popular de denominar um pequeno pássaro da família Passeridae – Passer domesticus. são pequenas aves que se adaptam em diferentes lugares do mundo, além disso, vivem tranquilamente nas áreas rurais e urbanas. Em ambientes naturais sua base alimentar é sementes e insetos, sendo o último consumido somente em períodos de reprodução. Os pardais são encontrados em todos os continentes, esse fato o considera a ave de maior distribuição geográfica.

Recentemente essas aves têm diminuído o seu número. Nos centros urbanos de diversos países do mundo os pardais se alimentam de restos de alimentos humanos e habitam em edificações tais como varandas, beirais de casas, lacunas de prédios, entre muitos outros lugares. O declínio do número de pardais no mundo é proveniente da ação antrópica, onde esses pássaros em áreas rurais diminuíram de forma significativa provocada entre outros fatores pelas alterações na estrutura produtiva agrícola que promoveu uma queda no desperdício de grãos que servia de alimentos para as aves em questão. Em áreas urbanas foi identificado um processo decrescente no número de pássaros resultante da falta de áreas verdes e intenso processo de impermeabilização, o que provoca a redução de insetos e automaticamente a oferta de alimentos. A radiação das torres móveis e o excessivo uso de fertilizantes químicos estão agravando o problema e foram identificados como dizimadores de pardais. A coexistência com esta ave popular é tão estreita que, quando uma cidade é abandonada, juntamente com os vizinhos e animais de estimação os pardais também desaparecem. O fato é que os pardais estão morrendo e nós ainda continuámos presos à cidade que mata. Em cavidades já existentes, sejam naturais, sejam feitas por outros animais ou presentes em objetos e construções humanas, as fêmeas podem colocar até dez ovos. A redução na oferta de locais para nidificar resulta em menos filhotes, fato seguido por envelhecimento rápido da população e sua diminuição

Por que desaparece o pardal? O pardal é um pássaro sedentário, de modo que as causas do seu declínio são muitas e estão muito unidas à qualidade do seu entorno imediato.

Comments

comments