Santa Cruz Cabrália 

A CRISE QUE ASSOLA CABRÁLIA

Quem se locomove pelo Centro de Santa Cruz Cabrália tem notado nos últimos anos a queda do fluxo do comércio, a cidade está praticamente parada. É cada vez mais comum notar as placas de “Aluga-se” nos pontos comerciais.

Mas o que acontece?
Segundo os comerciantes, em um passado recente, as empresas que forneciam para a prefeitura eram locais, o que fazia o dinheiro circular na cidade. Ainda segundo os comerciantes, o movimento tem chances de voltar a crescer, caso o poder público se comprometa com o comércio local.

Outro ponto levantado constantemente no governo Agnelo é a falta de ligação de seu secretariado com a cidade. Os contratados que recebem salários mais altos gastam em Porto Seguro, dificultando ainda mais a circulação de recursos pela cidade.

Para além do comércio
Cabrália está localizada em uma região privilegiada, com forte apelo turístico, a vizinha Porto Seguro é o destino mais vendido da CVC no Nordeste, segundo relatório da própria empresa. As perguntas que não querem calar são: por que não conseguimos pegar carona nesses números?
A quem interessa que Cabrália fique sempre na sombra de Porto Seguro?

Coroa Vermelha vai bem, obrigado.

Coroa Vermelha vai bem, praticamente tem vida própria, se beneficiando de sua proximidade com Porto, tentam descolar da imagem de Cabrália e os comerciantes vendem a localidade como se fosse Porto Seguro, é compreensível.

Este é o cenário da crise econômica local: falta de investimento por parte do poder público no turismo e no comércio. O que gera baixo fluxo de recursos e falta de empregos na cidade. A esperança dos moradores é que chegue logo o mês de dezembro para poder fazer compras com o 13º e o dinheiro voltar a circular no comércio da cidade.

Comments

comments

Veja tambem ...

Leave a Comment