Com direito a ‘Pixuleco’ e cédulas falsas, deputados protagonizam confusão na Câmara

Deputados da oposição e do governo protagonizaram uma confusão na sessão que deve votar na tarde desta quarta-feira (2), no plenário da Câmara, a denúncia por corrupção passiva contra o presidente Michel Temer. Dono de uma tatuagem com a inscrição “Temer” e inventor da “Temerofobia” , Wladimir Costa (SD-PA) foi um dos envolvidos no empurra-empurra. Para provocar a oposição, Costa começou a ostentar uma miniatura do “Pixuleco”, apelido dado ao boneco inflável que mostra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vestido de presidiário.

 

Mais cedo, o parlamentar havia chamado o PT de “quadrilha” em discurso na tribuna e foi rebatido por petistas, que o mandaram “lavar a boca” para falar da sigla. Já o líder do PT na Casa, Carlos Zarattini, jogou cédulas de dinheiro falsas no plenário, em resposta ao deputado da tatuagem. 

Cédulas com a inscrição “Fora Temer Golpista” foram jogadas no plenário | Foto: Reprodução/ G1

Adicione o PORTAL DO GUAIAMUM no seu WhatsApp: (73) 981071102
Presenciou algo importante ou registrou em foto, áudio ou vídeo?
Então compartilhe com a gente.
WhatsApp do PORTAL: (73) 981071102

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal do Guaiamum. Qualquer inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros serão vedados e poderão ser retirados, sem prévia notificação, o mesmo segue para postagens que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *