BELMONTE – QUEDAS DE ENERGIA PREJUDICAM MORADORES E ATRAPALHAM O FORNECIMENTO DE ÁGUA

Alvo de inúmeras reclamações de moradores e empresários, o problema das constantes oscilações na energia ainda não teve uma solução. Além da queda de energia, as principais queixas são os consequentes prejuízos causados pelos defeitos e até a queima de aparelhos.

As constantes quedas de energia em Belmonte têm sido alvo de protestos por parte dos consumidores – moradores e empresários – que já solicitaram a intervenção do Poder Público Municipal junto à Coelba.  A prefeitura deveria entrar com uma ação jurídica contra a empresa fornecedora de energia elétrica mais o que parece é que não se importa com esse problema.

O fornecimento de água encanada também é prejudicado com as frequentes quedas de energia.Nossa equipe de redação entrou em contato com a COELBA e esperamos um parecer da empresa sobre as constantes quedas.

O que fazer quando a queda de energia elétrica danifica o aparelho elétrico?

As empresas de energia são obrigadas, como  fornecedores de serviço, a reparar  e  ressarcir o consumidor por danos em equipamentos causados por descarga elétrica.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) publicou a Resolução Normativa 414/10, recentemente alterada pela Resolução 499/12, com os prazos e procedimentos para atendimento pelas concessionárias de energia.

Pela regra, o consumidor deve fazer o seu pedido de ressarcimento/conserto do equipamento danificado em até 90 dias da data da ocorrência.

Lembre-se  de informar todos os equipamentos avariados.

A  empresa deverá efetuar a vistoria nos aparelhos danificados em até 10 dias a partir da data da solicitação. Para  equipamentos que acondicionam alimentos e medicamentos o prazo é de 01 dia útil.

Após a vistoria a empresa tem prazo de  15 dias corridos para encaminhar resposta por escrito.

Atenção!

Se a empresa não efetuar a vistoria, o prazo passa a ser contado da data do seu pedido de ressarcimento.

Se o produto estiver em garantia é importante informar a empresa. Solicite que a vistoria seja efetuada em assistência técnica autorizada do fabricante do equipamento.

Decorrido o prazo de resposta, que pode ser no máximo de  25 dias, a empresa terá mais 20 (vinte) dias para restituir o valor do produto, substituí-lo ou repará-lo.

 

 

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *